Pedra Opala: Benefícios e Usos

Entre as diversas pedras e minerais existentes, a opala se destaca devido a sua energia e suas propriedades. Ela possui uma forte concentração de poderes espirituais, de forma que ajuda os seus usuários a evoluir neste sentido. Mas além disto, também se destaca de outras formas.

A pedra opala está diretamente ligada a atração do amor, ao controle das emoções e a ajuda no desenvolvimento da intuição. Assim sendo, veja a seguir as principais informações sobre este mineral. Saiba como usá-lo e de que forma ele pode agir positivamente em sua vida.

O que é a pedra opala?

Esta é uma pedra que deriva da sílica, matéria-prima que faz parte dos quartzos. Sua principal característica é a emanação de um brilho multicolorido em contato com a luz. Isso acontece devido a sua composição, que conta com moléculas muito bem hidratadas. Devido a esse traço incomum, suas cores são capazes de refletir o humor de quem está a utilizando.

Qual é o significado da pedra opala?

De forma geral, os principais valores ligados a opala são consciência, paz, amor e lealdade. A partir disto, o mineral se destaca de várias formas diferentes.

História da opala

O nome opala deriva do sânscrito “upala”, que significa “pedra preciosa”. Seu uso como joia data desde a Antes de Cristo, com registros sobre ela na Roma antiga. Além disso, seu processo de fusão com a sílica demora cerca de 60 milhões de anos para terminar.

Origem deste mineral

Não se sabe ao certo desde quando a opala existe no mundo e é adotada como pedra preciosa. Mas, em geral, especialistas especulam que ela esteja presente no mundo desde sua formação.

Cores da pedra opala

As propriedades da pedra fazem com que ela tenha diferentes cores e tons. Assim, uma pedra pode ser branca, preta, vermelha, laranja, roxa, azul, cinza, verde, incolor ou multicolorida.

Signos e profissões ligadas a pedra

Os signos que tem uma ligação direta com a opala são libra e escorpião. Quanto às profissões associadas a ela se relacionam diretamente com a criatividade e as emoções. Assim sendo, as artes como a música e a dança são beneficiadas por ela. Sua carga energética também a conecta com quem trabalha com eletricidade.

Mineralogia e propriedades da opala

Com relação a este aspecto, a pedra se forma a partir do dióxido de silício hidratado, em um processo de milhões de anos. Ao entrar em contato com a água, partículas microscópicas de sílica começam a dar formato a ela. Além disso, ela pode conter ainda outros minerais como cristobalita e tridimita. Sua característica é amorfa e sua classificação é de mineralóide.

Por fim, cabe destacar que esse processo de formação da opala ocorre a vários quilômetros abaixo da terra. Apesar de raro, a pedra pode se solidificar e crescer a ponto de virar parte de fósseis de milhões de anos. Seja como for, sua composição básica é de sílica e água.

Quais são os tipos de opala existentes

Esta é uma pedra cujos tipos variam conforme as cores e o tipo de brilho que exibem em contato com a luz. Assim sendo, veja quais são eles abaixo:

  • Opala comum – pedra de brilho leitoso, formada a partir de diversos tamanhos e sem jogos de cores. Podem ser amarelas, brancas, laranjas, verdes, vermelhas, pretas ou azuis. Além disso, suas características podem mostrar transparência ou opacidade;
  • Opala de fogo – mais rara e característica. Essa pedra é transparente e translúcida, cuja cor predominante pode ser vermelho vivo, laranja ou amarelo. Não mostra jogos de cores, mas pode conter pontos verdes em sua estrutura;
  • Pedra opala arco-íris – é o tipo mais raro e precioso. Tem um brilho característico, com flashes e faixas de cores diversas. Normalmente é multicolorida, sem um tom específico que predomina. É o tipo mais usado para joias;
  • Mineral opala andina – pedra encontrada comumente no Peru. Sua característica mais marcante são os tons de verde ou azul que predominam. Além disso, também podem apresentar cores como o rosa e o bege. São ideias para uso curativo e espiritual;
  • Opala negra – é o tipo de pedra mais escuro, com o tom preto predominante. Também pode ser cinza escuro, com azul e verde. Trata-se do tipo mais utilizado para trazer sorte, eliminar sentimentos negativos e equilibrar as emoções.

Outros tipos de opala:

  • Opala de pedra – formada a partir de vãos e de rochas que hospedam seu material de base. Em sua composição também há ferro e arenito. Podem conter vários tons e são usadas como talismãs por terem em si a energia da terra;
  • Opala de cristal – pode ser transparente ou semitransparente. Sua característica mais marcante é o grande jogo de cores. O branco predomina, mas podem ter outros tons. Se caracterizam pelo uso em termos de saúde e cura;
  • Pedra opala etíope – formada a partir de cinzas vulcânicas e com características especiais. Possuem estrutura de pedra com um brilho característico e multicolorido. Foram descobertas em 2008 e tem o uso associado a purificação e meditação;
  • Mineral opala girassol – pedra com branco predominante e tons azulados. Se caracteriza por seu brilho e aparência gelatinosa. Além disso, é usada para confortar emoções e ajudar as pessoas a superar dificuldades;
  • Opala verde – uma variedade da opala comum com outras características importantes. Além de sua cor predominante, ela contém grande energia dentro de si. Está associada a grande energia de cura e espiritual;
  • Opala leitosa – mais esbranquiçada que os outros tipos de pedra. Branca e com fundo claro, pode ter flashes de várias cores em si. Além disso, são usadas como talismãs de apoio e proteção em geral;
  • Pedra opala musgo – por fim, essa pedra é branca, leitosa e normalmente misturada com outra cor. Se caracterizam por concentrar grandes energias do meio ambiente. Além disso, promovem crescimento físico e espiritual.

Quais os benefícios da opala?

A pedra opala traz uma série de vantagens para os seus usuários. Neste sentido, entre as mais importantes se destacam, por exemplo:

  • Auxílio no tratamento de doenças da mente;
  • Reenergização e cura espiritual e física;
  • Aumento da paz interior e alegria de viver;
  • Além disso, proteção contra energias negativas;
  • Por fim, fortalecimento da intuição e mediunidade.

Como usar a pedra opala?

Este mineral pode ser adotado de diferentes formas em seu dia a dia. Veja abaixo algumas das formas principais de fazer isso.

Como bijuteria

Neste caso, as pedras opala são excelentes em acessórios diversos. Entre eles se destacam, por exemplo, anéis, brincos, pulseiras, cordões e colares, entre outros.

Na decoração

Há peças específicas com tipos de opala que podem ser colocadas em diferentes ambientes para decoração. Assim, a pedra pode adornar objetos feitos de madeira e outros materiais.

Como efeito terapêutico

Neste sentido, o mais importante é escolher as pedras opala com propriedades mais eficientes para você. Em terapias são utilizadas em estado bruto para potencializar seus efeitos benéficos.

Dúvidas comuns

Por fim, veja a resposta de algumas das perguntas mais comuns com relação a pedra opala.

Como limpar a pedra opala?

A melhor forma de fazer isso é lava-la em água corrente, utilizando também um pouco de sal marinho para reequilibrar as suas energias.

Onde encontrar a pedra opala?

Para além de seu processo de extração, é preciso compra-la em lojas confiáveis e especializadas. Empresas que trabalham com joias, físicas e na internet, são boas opções neste sentido e podem te oferecer um certificado de autenticidade da pedra.

Onde tem a pedra opala no Brasil?

Mesmo que essa seja a pedra oficial da Austrália, aqui no país há locais específicos para a sua extração. Os principais deles ficam na região norte e nordeste.

Como saber se a pedra opala é verdadeira?

Em primeiro lugar, é preciso que a pedra seja translúcida com flashes coloridos e brilhantes. Além disso, se o seu tom base não for suficientemente identificável, ela pode ser falsa. Por fim, suas laterais precisam contar com camadas e sua base totalmente reflexiva. E claro, na dúvida, conte com a ajuda de um especialista de confiança.

Quanto custa uma pedra opala?

Seu preço costuma ser bastante variável, mas de forma geral trata-se de um mineral precioso. Assim, enquanto tipos mais comuns podem custar dezenas de dólares, outros variam entre centenas e milhares de dólares.

Pode molhar a pedra opala?

Sim! Mas o mais recomendado é que faça isso com água corrente e que de preferência esteja em uma temperatura mais fria.

Pedra da lua é opala?

Não! Embora haja bastante semelhanças com a opala, a pedra da lua possui uma composição diferente, sendo uma variedade do mineral ortoclásio.

Confira:

Ricardo Tibau

Ricardo Tibau, dramaturgo, escritor, tarólogo e reikiano apaixonado por estudos relacionados à espiritualidade.

Ricardo Tibau has 190 posts and counting. See all posts by Ricardo Tibau