Sei He Ki: Você Sabe o que é?

Você já ouviu falar sobre Sei He Ki? Tem alguma ideia do que possa ser? Bom, como não é difícil prever, a palavra tem origem japonesa e, no Reiki, diz respeito a um símbolo que é associado à aura de cada pessoa.

Porém, caso você também não tenha muita clareza a respeito do que se trata a técnica reikiana, não se preocupe. Você entenderá tudo isso e muito mais neste artigo!

O que significa o símbolo Sei He Ki?

Antes de mais nada, precisamos introduzir o conceito reikiano. 

O Reiki, portanto, é uma vertente da medicina alternativa baseada em pseudociência. De acordo com seus praticantes, através da imposição de mãos uma pessoa pode ser curada devido à transferência de energia vital.

Diante disso, o Sei He Ki representa a conexão entre Deus e o homem durante a sessão de Reiki. Não à toa, uma das traduções atribuídas à palavra é “Deus e o Homem são só um”.

O símbolo pode ser invocado por meio de um pingente, um desenho, um amuleto ou simplesmente através da imaginação. Sempre que uma meditação for realizada sobre ele, as energias poderão ser potencializadas.

Resumidamente, o mais importante é conhecer a imagem e entender o propósito que ela carrega. Dessa forma, aspectos muito profundos da sua alma, que precisam de cura, acolhimento e entendimento poderão ser acessados.

Para que ele serve o Sei He Ki?

O símbolo japonês Sei He Ki possui diversas finalidades, as quais detalharemos mais adiante. Entretanto, o que precisamos compreender agora é a base do seu funcionamento.

Segundo a Ciência, nosso cérebro é dividido ao meio. A metade da direita é responsável por coordenar o lado esquerdo do corpo. Enquanto isso, a metade da esquerda comanda o lado direito do corpo.

Além do mais, é sabido através de estudos científicos que o hemisfério direito abriga nossos sonhos e nossa imaginação. A parte esquerda, por sua vez, acolhe nossas questões racionais.

De tal maneira, é aí onde entra o Sei He Ki! Afinal, o símbolo se propõe a harmonizar e equilibrar essas duas metades do cérebro

Como resultado, a mente é capaz de diferenciar razão e intuição antes de uma tomada de decisão, por exemplo. Independentemente de qual seja o obstáculo enfrentado, ele poderá ser transposto se houver discernimento.

Em adição, habilidades como resiliência, perseverança, coragem, autoconfiança e autoestima são estimuladas quando encontramos o ponto de equilíbrio entre os dizeres da mente e do coração.

Quando o Sei He Ki deve ser usado?

Bem como acabamos de aprender, em geral, o símbolo Sei He Ki possui grande poder de equilíbrio. Assim sendo, as emoções se tornam mais calmas e os pensamentos mais serenos.

Consequentemente, muitas dores e doenças físicas que têm origem emocional podem ser aliviadas e até mesmo curadas. Ansiedade, depressão e tantos males ligados à saúde mental podem ser atenuados.

Ademais, sintomas como dores de cabeça, taquicardia, tremores, mal estar, náuseas e muitos outros também são minimizados.

Principais funções do Sei He Ki

Embora a mentalização do Sei He Ki ajude em diversas situações, existe um resumo das três principais funções conferidas ao símbolo:

  1. Transfusão de energias: eliminação das más vibrações e recebimento de forças renovadas que vêm do Universo;
  2. Harmonização: os ambientes e todos aqueles que o compõem são favorecidos por tal sensação, tendo bom convívio e tolerância;
  3. Cura física e mental: melhora dos problemas como depressão, melancolia, ansiedade, pânico e outras mazelas da mente e do corpo.

Como usar o Sei He Ki de forma adequada?

Não há limites ou contraindicações para a utilização do Sei He Ki. Para a realização do autotratamento, não são necessários grandes rituais, materiais ou pessoas de fé “mais elevada”.

Basta, no entanto, que o símbolo seja desenhado em uma folha ou esteja gravado em um pingente, por exemplo. Em seguida, ele deve ser aplicado sobre as palmas das mãos antes do Reiki, pois isso ativará os centros de força do seu corpo.

Feito isso, toda negatividade será expelida do organismo, sendo substituída por uma energia positiva, revigorante e curativa. O processo pode ser encerrado suspendendo o símbolo sobre a cabeça.

Desse modo, seu campo magnético poderá ser estabilizado através de uma espécie de “reset”, que será responsável por colocar seus pensamentos e sentimentos no eixo. 

Por fim, qualquer situação de conflito, dúvida ou dificuldade que você esteja encarando, poderá ser vista através de uma nova perspectiva. E, tudo isso, graças ao Sei He Ki e sua capacidade de promover a cura e o equilíbrio.

Definitivamente, o símbolo japonês atua de formas muito efetivas. Portanto, saber como usá-lo poderá mudar o rumo da sua vida! 

Esperamos que este conteúdo tenha despertado seu interesse e aberto seus olhos a respeito dessa poderosa técnica energética. Então, aproveite para usufruir dessa possibilidade, hein! Compartilhe o poder do Sei He Ki com alguém que poderá se beneficiar tanto quanto você.

Confira outros artigos:

Ricardo Tibau

Ricardo Tibau, dramaturgo, escritor, tarólogo e reikiano apaixonado por estudos relacionados à espiritualidade.

Ricardo Tibau has 190 posts and counting. See all posts by Ricardo Tibau