Tarot de Waite: O que é e seu Significado

O Tarot de Waite é uma versão baseada no Tarot de Marselha e outros baralhos clássicos. Os arcanos menores foram inspirados no Sola Busca Tarot, o primeiro baralho da história a ilustrar todas as cartas. Porém, o baralho de Waite foi responsável por popularizar ainda mais a leitura de Tarô.

O Tarot Rider Waite, assim como outros baralhos, conta com 78 cartas, sendo 22 arcanos maiores e 58 arcanos menores. As cartas narram todas as experiências terrenas que um ser pode ter e, por isso, desvendam mistérios e questões internas. 

Quer saber mais sobre o Tarot de Waite? Então, leia o artigo completo e conheça a história desse Tarot, a estrutura do baralho e muito mais!

A história do Tarot de Rider Waite

O baralho de Tarot se popularizou no século XV, na Europa, porém esse não era o Tarot de Rider Waite. O baralho de Waite chegou ao mercado muito tempo depois, em 1910, fruto de uma parceria entre Edward Arthur Waite, místico e autor, e Pamela Colman Smith, mística, escritora e ilustradora. 

Waite e Smith eram membros de uma ordem secreta chamada “Golden Dawn” ou “Ordem Hermética da Aurora Dorada”. Waite teve a ideia de criar um Tarot que trouxesse novos elementos simbólicos e tornasse a leitura das cartas mais ricas. 

A sensibilidade e conhecimento esotérico de Pamela foram fundamentais, para o Tarot de Waite se tornar o mais popular da história. Além disso, sabe-se que Pamela utilizou o Tarô Sola Busca como inspiração, mantendo elementos medievais e clássicos, presentes também no Tarot de Marselha. 

A versão original do Tarot de Waite foi ilustrado à mão por Smith, entretanto, com o passar do tempo, esse baralho ganhou outras versões. Atualmente, é possível encontrar o Tarot Rider Waite com variações em suas ilustrações e cores. 

O baralho de Rider Waite

O surgimento do baralho de Waite ampliou os significados das cartas. Isso porque, diferente do Tarot de Marselha e outros baralhos anteriores, o Tarot de Waite ilustra todos os arcanos, assim, ficou mais fácil interpretar as figuras, o que também tornou a prática da taromancia mais popular. 

Hoje em dia, muitos tarólogos utilizam o baralho de Waite, tanto por ser encontrado em diversas lojas, como também pela riqueza simbólica presente nas cartas. Além do mais, a maioria dos livros de Tarot trazem exemplos do Tarot Rider Waite, o que o torna uma boa escolha para os iniciantes no mundo dos oráculos.

Os arcanos maiores no Tarot de Waite

Os arcanos maiores no Tarot Rider Waite seguem quase a mesma estrutura do clássico Tarot de Marselha. A grande diferença é que, devido às ilustrações de Pamela Colman Smith, o Tarot Rider Waite traz um repertório simbólico mais rico e sensível.

Outra diferença marcante entre esses dois baralhos é que no Rider Waite a carta “A força” é a número 8, enquanto que no Tarot de Marselha é a carta 11. Assim, mudando um pouco a narrativa contada nos arcanos maiores do Tarot.  

Os arcanos menores no Tarot Rider Waite

No clássico Tarot de Marselha, os arcanos menores não são ilustrados, sendo assim, as cartas contêm símbolos que representam os 4 elementos, ou seja, terra, água, fogo e ar. Por outro lado, no tarot Rider Waite, todos os arcanos são ilustrados, o que ampliou as possibilidades de significados. 

Os arcanos desenhados à mão por Pamela Smith ganharam popularidade ao longo do tempo, porém, demorou até que seu trabalho fosse reconhecido. Atualmente, esse baralho pode ser encontrado como Tarot Rider Waite Smith.  

Arte e esoterismo no Tarot Rider Waite 

Para a construção do Tarot Rider Waite, Pamela Colman Smith seguiu sugestões de Edward Waite, mas também usou toda sua emoção e talento artístico, para dar vida aos arcanos. Isso resultou em um trabalho impecável, que levou o Tarot de Waite ser amplamente difundido por todo o mundo. 

As ilustrações de Pamela possibilitam que qualquer pessoa faça a leitura das cartas, desde que essa tenha conhecimento dos símbolos e uma certa sensibilidade. O tarot não traz significados enrijecidos, pelo contrário, cada carta apresenta diferentes sentidos, sensações e percepções. 

O Tarot Rider Waite e o autoconhecimento

O Tarot é usado por muitas pessoas no processo de autoconhecimento. Sendo o baralho de Rider Waite uma ótima escolha, já que todas as cartas são ilustradas, facilitando a leitura e possibilitando trazer à tona questões do inconsciente. 

A linguagem simbólica do Tarot Rider Waite pode revelar muita coisa, porém, para reconhecer a mensagem das cartas, é fundamental se conectar à intuição. Para Jung, psiquiatra e psicoterapeuta, a intuição é uma percepção da realidade, que está além dos 5 sentidos do ser humano. 

Isso quer dizer que a intuição é fruto de informações que estão presentes no inconsciente, ou seja, aquilo que uma pessoa não tem acesso, mas que, de alguma forma, vem à consciência para ajudar a solucionar problemas, traumas, entre outras questões.  

Qualquer pessoa pode ler o Tarot Rider Waite?

Qualquer pessoa que tenha interesse pelo Tarot pode utilizar o baralho de Waite. Junto com o Tarot de Marselha, o Tarot Rider Waite é um dos mais populares em todo o mundo. Esse Tarot foi e continua sendo o mais vendido, sendo que sua popularidade é consequência da riqueza simbólica presente nas cartas. 

Por isso, o Tarot de Waite é uma ótima opção para iniciantes, uma vez que ele tem muitas semelhanças com o clássico Tarot de Marselha. Além de ilustrar todas as cartas, o que facilita as leituras. 

Paula Karina Lucena

Apaixonada pela escrita e por assuntos relacionados ao autoconhecimento, Karina encontrou na arte, espiritualidade e psicologia formas de entender seu próprio caminho e, consequentemente, auxiliar na vida de outros seres.

Paula Karina Lucena has 57 posts and counting. See all posts by Paula Karina Lucena